TPM

Há um tempo atrás, trabalhei em uma loja de roupas femininas onde haviam 12 vendedoras... inevitavelmente, durante mais da metade de cada mês eu sofria uma certa retaliação e não entendia porque... pois bem, como sempre faço, busquei analisar e entender aquele estresse todo, que vinha na minha direção todos os meses de forma gratuita, até que caiu a ficha: TPM!!! Imaginem 12 TPM'S por mês!!!!!!!! Pois é! Passei por isso sim! Mas ao contrário do que se possa imaginar, esta constatação só me ajudou, auxiliou para conquistar o respeito e equilíbrio entre as colegas, pois busquei conversar com todas elas e manifestar meu entendimento, afirmando que eu compreendia e que daquele momento em diante elas teriam total abertura para me dizer que estavam naquele período, fato que me fez respeitar e fez tornar-me invisível a cada uma delas quando isto ocorresse.
Aqui em casa não é diferente. Somos 3 homens (eu e meus 2 filhos), e desde cedo ensino a eles que a TPM deve ser no mínimo respeitada. Assim, decretei (decretei mesmo, é lei mesmo!): "Quando a mãe de vocês estiver de TPM, somos todos invisíveis! Não temos opinião, não falamos mais que o solicitado por ela, teremos sempre uma barrinha de chocolate ou rapadurinha (que ela ama) e nunca, mas nunca mesmo, deveremos impor qualquer objeção às suas vontades!!"... E funciona!!! Mas esta é a parte coletiva da nossa familia, tem também a minha parte, a qual devo fazer com prazer e amor e que aconselho a todo homem que ama e respeita sua mulher a fazer igual:

1º Saiba exatamente a época do mês que a TPM vem visitar sua esposa, isso pode salvar sua vida;
2º Entenda que, se ela tiver cólicas e dores, o repouso lhe é de direito, faça tudo, mas tudo mesmo, para que ela se sinta confortável;
3º Quando os sintomas emocionais aparecerem, aja de acordo... se ela chorar, dê colo, se ela ficar irritada, respeite e mantenha-se na sua masculina insignificância, se ela colocar defeito em tudo, tente solucionar conforme sua vontade e se não for possível, escute com a maior paciência que possa existir, suas reclamações e concorde com tudo!
4º Faça-lhe todos os agrados possíveis (para isso será preciso saber exatamente do que ela gosta, mas se não souber... bem, lamento muito!);
5º Mesmo depois dela fazer um apocalipse num copo d'água, mostre-se carinhoso e compreensivo, não fale nada, apenas lhe dê todo o carinho que ela merece!
6º Mas se por algum acaso, você se negar a seguir estas regras e compreender, ao menos uma vez no mês, a mulher que durante todo o resto do mês te acolhe e te entende, meu amigo, você merece um belo par de chifres!

Por fim, eu poderia escrever um livro sobre tudo o que eu penso sobre o assunto, mas estas simples dicas já servem para salvar a vida e o relacionamento de qualquer homem!!

Um comentário:

Opine, contrarie, discorde... mas acima de tudo seja verdadeiro e educado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget