SER E ESTAR... UMA QUESTÃO REAL

Sempre questionei o lance de algumas pessoas não admitirem o fato de serem gordinhas. Sempre questionei o tabu em torno disso. Aqui na minha cidade o movimento FAT simplesmente não existe!! Explico: Algumas pessoas, principalmente algumas mulheres, não encaram com naturalidade este fato. Conheço mulheres lindas que afirmam a "gordura de seu corpo" como algo passageiro e vergonhoso, outras afirmam que não são Plus pois não são gordinhas... Pois bem, que se entenda: NEM SEMPRE UMA MULHER PLUS SIZE É GORDA (ela pode simplesmente ser grande)! NEM SEMPRE UMA MULHER GORDA É OBESA!! NEM SEMPRE UMA MULHER GORDA É FEIA! NEM SEMPRE UMA MULHER GORDA SE VESTE MAL! Em fim, os tabus a cerca de ser ou estar gordo, são provenientes de uma cultura social descabida. Seja esta cultura oriunda do meio familiar ou fora dele, é descabida sim!!! Estar acima do peso "saudavelmente estipulado pela medicina" não significa ser alguém inaceitável. Mas ser alguém efetivamente doente, com a mobilidade, com as funções cardiovasculares comprometidas sim é preocupante, mas ainda assim não é inaceitável. Ser alguém que não tem um comportamento adequado sim é preocupante e muitas vezes inaceitável! Porém, amar-se como realmente é, sentir-se bem consigo mesmo, saber de suas limitações e possibilidades, é mais do que simples, é primordial! Eu sempre fui gordo, já fui obeso... bem obeso. Já me senti um lixo, já fui tratado como incapaz por ser gordo... inclusive dentro da minha família. Mas com o passar do tempo a vida vai ensinando. Afirmo novamente que obesidade não é saudável, mas também não pode impor um limite de aceitação sócio-cultural!!!! Sou gordo e com orgulho! Tenho uma profissão, a qual exerço com sabedoria e aptidão... sou casado com uma mulher (também gorda e modelo Plus) que é linda! Amo minha família e sei que eles também me amam... tenho habilidades que muitos magrões não têm! Minha auto estima varia sim... mas em torno do meu estado emocional e não por ser gordo! Me amo como sou... me sinto bem! E se todos revertessem este tabu desta forma... o mundo seria outro!!! 
Outro exemplo, são as lojas... não há dificuldades aqui, de se encontrar moda PLUS, porém, poucos falam em MODA PLUS, mas todos falam em TAMANHOS ESPECIAIS!!! É uma distorção do valor da auto estima transformado em preconceito e vergonha que não deveriam existir! Um dia desses, em menos de meia hora no centro da cidade, visualizei umas quatro meninas com um potencial de modelo PLUS fantástico... mas tenho certeza que, caso fossem abordadas com um convite, se sentiriam ofendidas por se tratar de "MODA TAMANHO ESPECIAL"!  Lamentável. A moda existe... Alguns eventos que a divulgam também... mas a cultura de aceitação plena e o comportamento que faz do gordo alguém igualmente normal dentro da sociedade, ainda tem muito que se desenvolver... ao menos aqui em Pelotas. 
Contudo garanto, em breve teremos novidades por aqui, pois há quem acredite que é possível sim erguer o movimento PLUS. Aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine, contrarie, discorde... mas acima de tudo seja verdadeiro e educado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget